band.com.br

Tamanho de fonte
Atualizado em quarta-feira, 12 de setembro de 2012 - 22h34

Com gol relâmpago, Coritiba bate Atlético-GO

Robinho marcou aos 26 segundos do primeiro tempo, batendo recorde de seu companheiro Lincoln, que havia feito aos 28

O Coritiba foi até Goiânia e venceu o Atlético-GO por 2 a 1, no Serra Dourada, em noite que teve o gol mais rápido do campeonato, de Robinho, aos 26 segundos, o primeiro gol de Deivid pelo Coxa e o pior público pagante do Brasileirão, com 697 pessoas. Outra atração foi a estreia do treinador Artur Neto no comando do Dragão. E esta foi a segunda vitória do Coxa em dois jogos com o técnico Marquinhos Santos no comando. A outra havia sido contra o Flamengo, por 3 a 0, no Couto Pereira. 

 

O Atlético terá uma parada dura pela frente. O Dragão vai até o Rio de Janeiro enfrentar o Fluminense, no próximo sábado, no Engenhão, às 18h30, em jogo que acontece pela 25ª rodada. Já o Coritiba tenta se recuperar contra o Santos, no Couto Pereira, no domingo. O jogo será às 16h.

 

PRIMEIRO TEMPO

 

Se não fosse o gol relâmpago, com apenas 26 segundos, o primeiro tempo não teria muita graça nenhuma. A primeira parte do jogo foi boa pelos 12 minutos iniciais, e só.

 

No primeiro lance, Everton Costa recebeu passe de letra de Robinho e chutou travado na zaga. Na sobra, Deivid recebeu e rolou para o próprio Robinho, que chutou de primeira para abrir o placar. O gol bateu o recorde de seu companheiro Lincoln, que fez, contra o Botafogo, na 2ª rodada, aos 28 segundos. Curiosamente, Robinho jogou no lugar do próprio Lincoln, suspenso.

 

Logo depois, Patrick mandou uma bola na trave, após defesaça de Vanderlei. Em ótima troca de passes do ataque Coxa Branca, a bola ficou com Eltinho, que tentou o giro e chutou forte, mas a bola bateu em Gustavo.

 

A partir daí, o jogo não foi mais do que chutões e passes errados. Talvez isto se explique pelo fato de os jogadores do Atlético estarem jogando pela primeira vez com o novo treinador e os do Coxa pela segunda, mas o nível técnico foi de times dignos de rebaixamento.

 

O único lance que acordou a torcida foi o voleio de Danilinho. Marcos veio pela direita e tentou o cruzamento, mas a zaga afastou. Na sobra, o meia do Dragão pegou um voleio sensacional e a bola passou tirando tinta da trave.

 

SEGUNDO TEMPO

 

A segunda parte do jogo não começou muito diferente de como a primeira havia terminado. Os times seguiam sem padrão tático e o jeito era ir nos chutões. 

 

Até que aos 13 minutos Gil recebeu ótima bola pelo lado direito e cruzou rasteiro para Deivid. O atacante demonstrou frieza e bateu de primeira, com categoria, para fazer seu primeiro gol com a camisa do Coritiba e também no campeonato. Pouco depois, o atacante teve a chance de fazer outro, muito parecido. O mesmo Gil recebeu do lado direito e rolou pra trás, pra chegada do camisa 9. Desta vez, ele jogou muito para o lado e a bola foi na rede pelo lado de fora.

 

Na metade da segunda etapa, alguns torcedores que estavam próximos à tribuna de honra reclamaram demais com a diretoria do Atlético, em especial com o presidente do clube, Valdivino de Oliveira.

 

Aos 25, Deivid teve outra chance para matar o jogo mas a desperdiçou. Ele recebeu de Everton Ribeiro na altura da meia-lua, livre. Márcio saiu fechando o ângulo e o camisa 9 bateu rasteiro, fraquinho. A bola foi lentamente para fora, à esquerda do goleiro. O Coritiba só foi cozinhando o jogo para conquistar a segunda vitória em dois jogos no comando de Marquinhos Santos. Já Artur Neto não estreou com o pé direito no Atlético e terá trabalho para evitar a queda do Dragão.

 

ATLÉTICO-GO 1X2 CORITIBA

 

Local: Serra Dourada, Goiânia (GO)

Data/hora: 12/9/2012, às 20h30 (de Brasília)

Árbitro: Ricardo Marques Ribeiro (MG)

Assistentes: Fábio Ferreira (TO) e Guilherme Dias Camilo (MG)

RENDA/PÚBLICO: R$14.090,00/697 pagantes

Cartões amarelos: Danilinho e Wesley (AGO); Willian e Demerson (COR) 

Cartões vermelhos: Não houve

GOLS: Robinho, aos 26''/1ºT (0-1); Patrick, aos 10'/1ºT (1-1) e Deivid, aos 13'/2 (1-2)

 

ATLÉTICO-GO: Márcio, Marcos, Gustavo, Reniê e Eron; Dodó, Marino, Ernandes (Diogo Campos - 18'/2ºT) e Danilinho (Diogo Campos - 18'/2ºT) ; Patrick e Alexandre Oliveira (Wesley - 34'/2ºT) . Técnico: Artur Neto

 

CORITIBA: Vanderlei; Ayrton, Escudero, Demerson e Eltinho; Willian, Gil (Chico - 36'/2ºT), Everton Ribeiro e Robinho (Thiago Primão - 38'/2ºT); Everton Costa (Ruidíaz - intervalo) e Deivid. Técnico: Marquinhos Santos

Cadastrando-se em nossa newsletter, você receberá diariamente em seu e-mail as últimas Notícias de Esporte do Band.com.br
Aceito receber e-mails da Band e parceiros