Depois de 22 anos no São Paulo, Milton Cruz quase foi para rival

Ex-auxiliar do Tricolor teve proposta para assumir função no Palmeiras, mas acabou recusando

Profissional com muita identificação com o São Paulo, Milton Cruz deixou o clube em março do ano passado, após 22 anos trabalhando no Tricolor. Em janeiro deste ano, ele quase foi parar no rival Palmeiras. As informações são do jornalista Jorge Nicola, da Rádio Bandeirantes.

O ex-auxiliar técnico do São Paulo foi procurado por Alexandre Mattos, homem forte do futebol do Palmeiras para assumir a função que era de Alberto Valentim, que saiu do Verdão para inciiar a carreira de treinador no Red Bull Brasil.

Milton cogitou aceitar a proposta, que era pra trabalhar na mesma função que desempenhava no São Paulo, mas a identificação com o Tricolor acabou pesando e ele rejeitou a oferta.

A demissão de Milton do São Paulo foi muito polêmica e ele chegou a dar declarações de que estava muito chateado pela maneira que foi tratado mesmo após tanto tempo no clube. O ex-auxiliar foi demitido por Luiz Cunha, que havia acabado de assumir a função de diretor de futebol, onde ficou por apenas três meses.

Há cerca de um mês Milton Cruz também deu início a sua trajetória como técnico ao assumir o comando do Náutico, que está na zona de classificação para as semifinais do Campeonato Pernambucano. O novo treinador agora, diz que não descarta trabalhar em um rival do São Paulo no futuro.

Larissa Riquelme aposenta o decote

 

Compartilhar

Ler a notÍcia completa

Deixe seu comentário