Raí volta ao São Paulo como diretor de futebol

Ídolo tricolor assume lugar deixado por Vinícius Pinotti, que pediu demissão por divergências com a presidência

Raí é o novo diretor de futebol do São Paulo. Ídolo tricolor, o ex-meia assume o cargo deixado por Vinícius Pinotti, que deixou o clube na última quarta-feira por divergências com o presidente Carlos Augusto de Barros e Silva, o Leco. O anúncio oficial será feito nos próximos dias. No posto, Raí será o homem forte do futebol tricolor.

Pelo São Paulo, Raí ganhou os principais títulos: Brasileirão de 1991, as Libertadores de 1992 e 1993, o Mundial de Clubes de 1992 e os Paulistas de 1989, 1991, 1992, 1998 e 2000, ano em que encerrou a carreira.

Dois anos depois, teve uma breve experiência no cargo de coordenador no São Paulo. Na ocasião, ficou apenas três meses no posto.

Em setembro deste ano, o nome de Raí ganhou força no Morumbi para novamente assumir como coordenador. O ex-meia era quase unanimidade entre os dirigentes tricolores, que buscavam alguém com força para evitar uma crise sem precedentes no clube.

Na ocasião, o time brigava contra o rebaixamento no Brasileirão. Anteriormente, o ex-técnico Muricy Ramalho recusou o convite, mas se prontificou a ajudar informalmente.

Outro ídolo que pode assumir um cargo no São Paulo é Lugano. O zagueiro se despediu do clube no último domingo e viajou para resolver questões pessoais. Quando retornar, o uruguaio decidirá se aceita o convite da diretoria para trabalhar como dirigente ou na comissão técnica.

Sidão se prepara para enfrentar concorrência no São Paulo em 2018

Despedida do São Paulo de 2017 teve desfile de escola de samba no Morumbi

Compartilhar

Ler a notÍcia completa

Deixe seu comentário