Juninho Pernambucano se envolve em polêmica com fãs de Bolsonaro

Ex-jogador pediu que fãs do deputado federal deixassem de segui-lo no Twitter

O ex-jogador Juninho Pernambucano se envolveu em uma discussão polêmica no Twitter nessa segunda-feira (2). Ele pediu que os ‘bolsominions’, como são conhecidos os fãs do deputado federal Jair Bolsonaro (PSC-RJ), deixassem de segui-lo na rede social.

O antigo meia do Vasco escreveu que não almeja uma devida quantidade de seguidores, mas sim “qualidade destes e caráter humano”.

Veja o tweet do ídolo do Cruzmaltino:

A publicação repercutiu e gerou uma discussão na rede social com um dos filhos de Bolsonaro, o deputado estadual Flávio Bolsonaro (PSC-RJ). Ele disse que ficou decepcionado com o ídolo do Cruzmaltino, seu time do coração, pelo julgamento “baseado em mentiras”.

Confira a resposta de Flávio Bolsonaro ao ‘Reizinho’:


Em um ponto alto da interação, o 'Reizinho', como Juninho é conhecido, falou mencionou a postura preconceituosa de Jair Bolsonaro. Para ele, ninguém tem o direito de interferir na vida alheia.

Juninho afirma que não escolheu um lado do discurso:

Além de Flávio, o vereador da capital fluminense Carlos Bolsonaro também falou sobre o episódio:

Outros jogadores que se manifestaram sobre a postura de Jair Bolsonaro neste ano foram Felipe Melo, do Palmeiras, e Jadson, do Corinthians, respectivamente. Porém, ao contrário de Juninho, eles declararam apoio ao político.

O desfecho

O debate foi prolongado até a manhã desta terça (3) e acompanhado por internautas a favor dos respectivos “lados”. Desde então, a hashtag ‘Juninho Pernambuco’ ocupa o quinto lugar no Trending Topics do Twitter, com 22,6 menções.

Nesta terça o ex-futebolista publicou uma nota em seu Facebook, afirmando que levou um debate sadio com o Flávio Bolsonaro por telefone e que o receberia em sua casa para uma visita.

Veja:

Quanto a Jair Bolsonaro, foco da polêmica, o deputado federal não se manifestou sobre as publicações do ex-atleta.

Juninho se aposentou dos gramados em 2014 e em sua carreira ele passou pelo Sport, Vasco, Olympique Lyonnais, Al Gharafa e NYRB e atualmente é comentarista na TV Globo.

MAIS
São Januário é homenageado em nova camisa do Cruzmaltino
Vasco e Chape empatam no Brasileiro
Justiça condena Jair Bolsonaro por discurso preconceituoso contra quilombolas

Compartilhar

Ler a notÍcia completa

Deixe seu comentário