Justiça nega transferência de goleiro Bruno

Bruno solicitou transferência visando atuar pelo Montes Claros FC, no norte de Minas Gerais

O pedido de transferência de cadeia feito pelo goleiro Bruno Fernandes foi negado na sexta-feira pelo juiz da Vara de Execuções Penais de Montes Claros. O fato impossibilita que o atleta, que assinou contrato de cinco anos com o clube da cidade, volte a exercer sua profissão.

 

A transferência de Contagem para a cidade do Norte de Minas foi solicitada pelos advogados do ex-goleiro, visando tentar a liberação para Bruno jogar no Montes Claros Futebol Clube, time que disputa o Módulo Dois do Campeonato Mineiro.

 

O magistrado alega que o presídio regional da cidade não tem como receber o detento devido à superlotação. O presídio funciona atualmente com quase o dobro de sua capacidade.

 

Condenado a mais de 22 anos pela morte da ex-modelo Eliza Samudio, Bruno está preso desde julho de 2010 na Penitenciária Nelson Hungria, em Contagem, na Região Metropolitana de Belo Horizonte.

Compartilhar

Ler a notÍcia completa

Deixe seu comentário