Invicto há 29 jogos no Palmeiras, Hyoran espera por mais chances

Meia ficou de fora dos inscritos para o Campeonato Paulista, mas foi utilizado na Libertadores

O meia Hyoran, do Palmeiras, brincou nesta quarta-feira sobre a condição curiosa de ser uma espécie de talismã da equipe. O jogador tem marcas como estar invicto há 29 partidas pelo clube e, sempre que entrou em campo pela Copa Libertadores, o time ganhou. E ele confia nesse retrospecto positivo para conseguir ter mais oportunidades de ser escalado pelo técnico Luiz Felipe Scolari.

"Lógico que é um retrospecto muito bom, se quiserem mostrar para o Felipão quem sabe ele me escale mais vezes", comentou o jogador em entrevista coletiva na Academia de Futebol. "É um dado legal esse de não ter perdido há 29 jogos. Todos jogos que participei na Libertadores conseguimos ganhar, mas não foi o Hyoran (que venceu), foi o Palmeiras. É um bom retrospecto, mas sozinho não conseguiria fazer", afirmou.

Na última partida do time, contra o Junior Barranquilla, da Colômbia, pela Copa Libertadores, o meia saiu do banco de reservas e anotou o último gol da vitória por 3 a 0 no Allianz Parque na semana passada. Hyoran afirmou que dentro do elenco do Palmeiras os colegas costumam lhe chamar de guri, apelido inspirado na forma com que Felipão costuma se referir ao meia.

O jogador não foi inscrito no Campeonato Paulista, porém disse que foi avisado por Scolari de que teria chances de ser utilizado na Libertadores. "Conversei com o Felipão e ele me falou que seria aproveitado na Libertadores, fiquei feliz de ter ajudado. Agora a tendência é ajudar mais, jogar mais. Estou à disposição dele para continuar vivendo um momento feliz no Palmeiras", disse.

O time palmeirense realiza treino fechado na tarde desta quarta-feira, na Academia de Futebol, em novo trabalho de preparação para encarar o Melgar, no próximo dia 25, no Peru, pela Libertadores. Depois disso, a equipe alviverde fará a sua estreia no Brasileirão no dia 28, contra o Fortaleza, no Allianz Parque.

Compartilhar

Ler a notÍcia completa

Deixe seu comentário