Sarri diz que decidirá futuro no Chelsea após Liga Europa

Treinador tem mais dois anos de contrato na Inglaterra, mas é especulado na Juventus, da Itália

A inesperada decisão da Juventus de não continuar com o técnico Massimiliano Allegri para a próxima temporada abriu um leque de opções para ser o comandante da equipe que tem o astro português Cristiano Ronaldo no elenco. Vários nomes são especulados como o português José Mourinho e os italianos Antonio Conte e Maurizio Sarri. Este último, atualmente no Chelsea, disse nesta quarta-feira que só decidirá o seu futuro na semana que vem, após a decisão da Liga Europa contra o Arsenal.

Em entrevista coletiva em Londres, em uma promoção para o clássico inglês que decidirá o título da competição continental no próximo dia 29 em Baku, no Azerbaijão, Sarri revelou que só conversará com os dirigentes do Chelsea. Quer saber, primeiro, se eles estão felizes com seu trabalho.

"Ainda tenho mais dois anos de contrato aqui. Tenho que conversar com o meu clube depois da final (da Liga Europa). Eu quero saber se eles estão felizes comigo", disse o italiano, contratado em junho do ano passado, depois de passar três temporadas no Napoli. "Estou muito feliz aqui, mas temos que discutir essa situação. Você tem que conversar sobre essas coisas com o clube".

Em seu primeiro ano de trabalho no clube de Londres, além da chegada à decisão da Liga Europa, Sarri conseguiu classificar o Chelsea à próxima edição da Liga dos Campeões com a terceira colocação no Campeonato Inglês. Nas outras duas competições da temporada, perdeu a final da Copa da Liga Inglesa para o Manchester City e foi eliminado nas oitavas de final da Copa da Inglaterra pelo Manchester United.

"Penso que tivemos uma boa temporada com muitos problemas, é claro. Perdemos duas ou três partidas de maneira imperdoável, mas foi um bom ano no final", afirmou Sarri, que fez duras críticas ao time nestes resultados negativos mais destacados. "Agora temos a final da Liga Europa e, se vencermos, será uma temporada maravilhosa", completou.

Compartilhar

Ler a notÍcia completa

Deixe seu comentário