Grêmio empata com o Juventude na Copa do Brasil e amplia má fase

Tricolor vinha de bons resultados contra o rival gaúcho, mas saiu zerado de Caxias do Sul

O Grêmio voltou a demonstrar limitação diante de um adversário que não tem o costume de sair para o jogo e fez mais uma partida abaixo do esperado. O time da capital gaúcha ficou no empate sem gols diante do Juventude, na noite desta quarta-feira, no estádio Alfredo Jaconi, em Caxias do Sul, pela partida de ida das oitavas de final da Copa do Brasil.

O resultado surpreendeu porque o Grêmio vinha de bons resultados contra o rival no Campeonato Gaúcho, com direito a goleada. Os times se enfrentaram três vezes na competição. Na primeira fase, o time tricolor venceu por 3 a 0, na Arena. Nas quartas de final novo triunfo, desta vez, em Caxias do Sul, por 6 a 0. No jogo de volta, empate por 0 a 0, em Porto Alegre.

Com o resultado desta quarta-feira, o Grêmio joga por uma vitória em sua Arena para avançar às quartas de final. Um novo empate leva a decisão para os pênaltis. O jogo está marcado para a quarta-feira que vem, às 21h30.

O JOGO - O Juventude fez um primeiro tempo de igual para igual com o Grêmio. Apesar de ter feito uma boa partida, o time gaúcho não conseguiu ameaçar o rival em muitas oportunidades. A única chance nos 45 minutos iniciais foi Dener. O meia recebeu de Aprile e parou na boa defesa de Paulo Victor.

A partir daí o Grêmio foi superior, mas nada que fizesse tirar o zero do placar. O time gaúcho abusou das jogadas laterais e não encontrou espaço na forte marcação do Juventude. A melhor chance gremista foi aos 36 minutos. Matheus Henrique virou o jogo para Léo Moura. Ele achou Everton, que finalizou para defesa de Carné.

O Grêmio pressionou no fim. Léo Moura levantou a bola para a área, André desviou e Juninho Capixaba, na entrada da pequena área, acabou cabeceando por cima do gol. O Juventude mostrou muita eficiência na marcação e acabou levando o empate para o intervalo.

A equipe da capital voltou melhor para o segundo tempo e encontrou espaços com mais facilidade. Maicon invadiu a área e fez o cruzamento para Alisson. O meia chutou rasteiro para defesa de Carné. O goleiro voltou a brilhar, no lance seguinte, na tentativa de Jean Pyerre.

O Juventude não demorou para equilibrar as ações, não deixou o Grêmio chegar e se mostrou mais inteiro nos minutos finais. Em uma das escapadas, o time de Caxias do Sul assustou em um chute de Dalberto, defendido por Paulo Victor, e acabou segurando o empate.

Compartilhar

Ler a notÍcia completa

Deixe seu comentário