Alan Ruschel não corre mais risco de ficar tetraplégico

Lateral foi submetido a uma cirurgia na coluna e terá que passar por outro operatório, mas estado é estável

Os três jogadores da Chapecoense que sobreviveram a queda do avião que levava a delegação catarinense para Medellín estão em três hospitais diferentes da cidade colombiana. Luis Taveira, um empresário do futebol que estava na cidade, correu para ajudar no que fosse possível. De acordo com ele, o lateral Alan Ruschel já não corre mais risco de ficar tetraplégico, hipóstese que chegou a ser levantada no momento do socorro.

Mais: Zagueiro Neto pode voltar a jogar futebol, acredita médico

Alan foi submetido a uma cirurgia e terá ainda que passar por mais uma. Luis Taveira esteve com o lateral da Chape após a operação, mas revelou que ele estava muito sedado, tentava responder, mas logo voltava a dormir. De acordo com ele, no entanto, o estado do jogador não inspira maiores cuidados.

EXCLUSIVO - Avião da Chape caiu por falta de combustível; ouça a conversa

“Eu estive pessoalmente no quarto do Alan e ele está bem. Eu falei com ele, mas ele só abria os olhos, porque estava sedado. Quando chegou estava zonzo, mas respondia os pedidos médicos. Agora eu estive no quarto com ele, e se fosse negativo eu não poderia entrar. O médico vai ter que fazer mais uma cirugia na coluna, mas não falaram de maneira nenhuma, eu perguntei e o médico disse que a possibilidade era mínima. Ele tinha todos os movimentos e respondeu bem a todos os movimentos de perna. O quadro dele é estável”, disse ele em conversa com o Portal da Band.

MAIS
Conheça as vítimas da queda do avião da Chapecoense

Já a notícia sobre o zagueiro Neto não é das melhores. O estado do atleta é considerado crítico, mas Taveira diz que os médicos estão esperançosos. Por enquanto não há muito mais o que ser feito. Jackson Follmann, outro atleta sobrevivente, passou por cirurgia e teve a perna direita amputada, mas está bem. Existe também um risco dele ter a outra perna amputada também, mas isso ainda não é certo.

“As últimas informações são de que o Neto saiu de cirurgia e vai ter que esperar 48 horas para ver qual é a reação dele, o estado é critico, mas esperançoso. Não tive acesso ao pós cirúrgico dele, mas vou tentar isso amanhã. O Folmann perdeu uma perna, mas está estável. Teve a cirurgia, chegaram a dizer que ele tinha falecido, mas não é verdade. Essa é o quadro geral aqui”, falou ele.

Leia também
Corinthians quase sofreu tragédia nas proporcões da Chape em 1996

MAIS
Veja imagens do acidente aéreo da Chape na Colômbia


FOTOS
Veja a comoção dos torcedores que lotaram a Arena Condá

LEIA TAMBÉM
Nacional faz pedido para a Chapecoense ser campeã
Clubes anunciam medidas solidárias em apoio à Chapecoense


Denilson chora ao falar da tragédia com a Chape e lembra rotina da época de jogador:

Compartilhar

Ler a notÍcia completa

Deixe seu comentário