Nadal vence no adeus de Ferrer a Barcelona e avança às quartas de final

Número dois do mundo elogiou o compatriota e afirmou que ele continua atuando em alto nível

Naquela que foi a última partida do seu compatriota David Ferrer em uma edição do Torneio de Barcelona, Rafael Nadal garantiu classificação às quartas de final do ATP 500 realizado em quadras de saibro ao vencer o duelo espanhol por 2 sets a 0, com duplo 6/3, nesta quinta-feira, após 1h57min de confronto.

Atual segundo tenista do ranking mundial, Nadal travou com Ferrer o 32º duelo entre os dois no circuito profissional e agora passou a contabilizar 26 vitórias sobre o velho conhecido, ex-Top 10 de 37 anos que hoje ocupa a 155ª posição da ATP. Esse também foi o quinto triunfo seguido do número 2 do mundo sobre o amigo, que ganhou pela última vez um confronto entre os dois em 2014, no saibro de Monte Carlo.

Ferrer tem a sua despedida das quadras marcada para o Masters 1000 de Madri, que ocorrerá entre os dias 5 e 12 de maio, também na Espanha, e chegou a dar algum trabalho a Nadal nesta quinta-feira, mas o favorito liquidou a partida em sets diretos ao aproveitar quatro de 12 chances de quebrar o saque do adversário, que só conseguiu converter um dos cinco break points cedidos pelo seu compatriota.

Com esta vitória, Nadal avançou para encarar nas quartas de final de Barcelona o ganhador da partida entre o grego Stefanos Tsitsipas e o alemão Jan-Lennard Struff, programada para ser encerrada também nesta quinta-feira.

Eliminado pelo principal favorito ao título do torneio catalão, Ferrer se emocionou ao comentar esta sua última participação no evento espanhol. "Estou feliz. Fiz o que eu podia fazer. Fiz um jogo de idas e vindas, mas estou muito feliz de terminar (sua campanha) na quadra central e jogando com o Rafa", ressaltou, às lágrimas, o ex-número 3 do ranking mundial.

Nadal, por sua vez, afirmou após o jogo que o seu compatriota continua atuando em alto nível e poderia seguir jogando de maneira competitiva no circuito da ATP. Porém, disse entender a opção do compatriota pela aposentadoria. "É uma decisão pessoal. E depois de todos estes anos em que ficou lutando e dando alegrias a todos (espanhóis), merece fazer o que ele decidir", analisou.

OUTROS JOGOS - Outras quatro partidas do torneio de simples de Barcelona já foram encerradas nesta quinta-feira. Em uma delas, o austríaco fez valer a condição de terceiro cabeça de chave ao bater o espanhol Jaume Munar por 7/5 e 6/1 e avançou às quartas de final. O seu próximo rival será o vencedor do confronto entre o francês Benoit Paire e o argentino Guido Pella, também programado para ocorrer nesta quinta.

O japonês Kei Nishikori, por sua vez, confirmou com autoridade o seu status de quatro pré-classificado ao arrasar o canadense Felix Auger Aliassime por 6/1 e 6/3. Assim, o asiático foi às quartas de final e pegará quem levar a melhor no duelo entre o espanhol Roberto Carballes e o chileno Christian Garin, também agendado para o dia.

Outro tenista garantido nas quartas é o russo Daniil Medvedev, sétimo cabeça de chave, que passou pelo norte-americano Mackenzie McDonald por 6/3 e 6/2. O seu próximo adversário será o surpreendente chileno Nicolas Jarry, que desbancou o favoritismo de mais um rival nesta quinta-feira. Após eliminar o alemão Alexander Zverev, atual terceiro tenista do mundo, ele agora despachou o búlgaro Grigor Dimitrov, 13º pré-classificado, batido de virada com parciais de 2/6, 6/4 e 7/6 (7/2).

Compartilhar

Ler a notÍcia completa

Deixe seu comentário