Polícia prende homem por suspeita de homicídio em caso do acidente de Sala

Atacante de 28 anos morreu no fim de janeiro em queda de avião que ainda está sendo investigada

A polícia britânica prendeu na quarta-feira um homem por suspeita de homicídio no caso do acidente aéreo que causou a morte do jogador argentino Emiliano Sala. O atacante de 28 anos morreu no fim de janeiro em acidente que ainda está sendo investigado pelas autoridades.

Policiais do condado de Dorset, no sudoeste da Inglaterra, afirmaram que um homem de 64 anos foi detido para prestar depoimento, sob "suspeita de homicídio culposo". As autoridades não revelaram o nome do homem e nem indicaram qual seria a eventual relação dele com o acidente. Disseram apenas que ele é de North Yorkshire, no norte do país.

"Ele está nos ajudando ao responder nossas perguntas e já foi liberado. Mas ainda está sob investigação", afirmou o detetive Simon Huxter. "Como parte desta investigação, temos que considerar se há alguma evidência de suspeita de crime. E como resultado, prendemos hoje, quarta-feira, 19 de junho, um homem de 64 anos da região de North Yorkshire por suspeita de homicídio culposo."

Sem revelar detalhes sobre a investigação, Huxter afirmou que a apuração do caso ainda está bem aberta. "Estamos realizando uma investigação muito ampla quanto às circunstâncias da morte do Senhor Sala e continuamos a trabalhar em parceria com as agências, caso da Autoridade Civil de Aviação", declarou.

"Mas, como padrão em nossos procedimentos, não vão divulgar mais nenhum informação sobre a identidade do indivíduo que foi detido. A não ser que ele seja denunciado. Mas vamos desencorajar qualquer especulação sobre isso", afirmou o detetive.

Sala e o piloto David Ibbotson morreram num acidente aéreo ocorrido no dia 21 de janeiro. O avião, um monomotor, levava o jogador de Nantes, na França, para Cardiff. No País de Gales, ele assinaria contrato com o Cardiff City. A aeronave caiu no Canal da Mancha, entre o litoral norte francês e a Inglaterra. O corpo do jogador foi encontrado duas semanas depois. Já o corpo de Ibbotson, então com 59 anos, segue sem ser encontrado.

O Nantes e o Cardiff ainda estão em disputa em razão dos valores da transferência, um recorde para o clube galês, que jogava no Campeonato Inglês até maio, quando foi rebaixado. O Cardiff desembolsou 15 milhões de libras (cerca de R$ 72 milhões).

Compartilhar

Ler a notÍcia completa

Deixe seu comentário