Toyota busca novas maneiras de usar tecnologia nas Olimpíadas de Tóquio

Carros-robôs autônomos prometem inovar na busca por lanças e martelos nos esportes de arremesso

Carros em miniatura dirigidos por controle remoto se mostraram populares em todos os eventos de arremesso nos jogos olímpicos, mas para as Olimpíadas de Tóquio em 2020 a Toyota está subindo de nível com uma nova forma de buscar lanças e martelos: carros-robôs autônomos.

A montadora japonesa anunciou nesta segunda-feira um protótipo de seu robô de apoio de próxima geração, uma miniatura baseada no seu veículo "e-Palette", ainda em desenvolvimento, para ser usada nos Jogos de Tóquio.

O veículo, aproximadamente do tamanho de um carro de brinquedo, pode andar a uma velocidade máxima de 20 quilômetros por hora e possui três câmeras e um sensor de direção que permitem que ele enxergue o ambiente ao redor.

Preso no topo de seu corpo há um conjunto de luzes que acendem quando o veículo ativa a inteligência artificial para acompanhar os oficiais do evento em direção aos equipamentos atirados pelos atletas nas modalidades de arremesso.

Depois de arremessados, os objetos, que podem pesar até oito quilos no caso dos martelos, são presos no veículo pelo oficial, um clique de um botão envia o carro de volta para os atletas.

"Os humanos são mais adequados para pegar equipamentos pesados, mas para transportá-los rapidamente para seus respectivos depósitos é um trabalho que é melhor realizado por robôs", disse Takeshi Kuwabara, gerente de planejamento de projetos que supervisionou o desenvolvimento do robô.

Uma das principais patrocinadoras dos Jogos de Tóquio, a Toyota também planeja lançar robôs humanóides com funções de realidade virtual que permitirão aos espectadores que não puderem comparecer aos jogos pessoalmente que assistam os eventos e encontrem atletas remotamente.

A Toyota planeja usar os jogos para demonstrar suas novas tecnologias de veículos, desde ônibus de células de combustível até táxis autônomos, competindo com rivais industriais e empresas de tecnologia para desenvolver carros autônomos acessíveis e veículos elétricos, em conjunto com serviços de transporte privado.

Compartilhar

Ler a notÍcia completa

Deixe seu comentário