Com golaço de Scarpa, Palmeiras vence o Grêmio fora de casa

Verdão faz 1 a 0, segura pressão após expulsão de Felipe Melo e abre vantagem nas quartas

O Palmeiras abriu vantagem sobre o Grêmio nas quartas de final da Copa Libertadores. Na noite desta terça-feira, em Porto Alegre, a equipe alviverde venceu por 1 a 0, com golaço de Gustavo Scarpa. O duelo de volta acontecerá na próxima terça-feira, às 21h30, no Pacaembu, porque o Allianz Parque está reservado para receber o show da dupla Sandy e Junior.

O gol do Palmeiras foi marcado aos 30 minutos do primeiro tempo. Em cobrança de falta de longe, Marcos Rocha rolou para Gustavo Scarpa acertar um lindo chute. A bola ainda bateu no travessão antes de entrar. A finalização foi muito forte, mas não no ângulo de Paulo Victor.

O Palmeiras encaixou a marcação e não deixou o Grêmio criar no primeiro tempo. A equipe gaúcha trocava muito mais passes, mas não conseguia se infiltrar na defesa adversária e passou a arriscar chutes de fora da área. Weverton teve pouco trabalho para defender as finalizações.

Ao contrário do que aconteceu no último sábado, quando o Palmeiras abriu o placar, recuou demais e levou o empate na partida pelo Campeonato Brasileiro, desta vez a equipe alviverde continuou atacando no início do segundo tempo. Paulo Victor teve de fazer grande defesa para impedir o gol de Dudu, que subiu mais alto que os adversários e cabeceou no contrapé do goleiro.

Do outro lado do campo, o cenário permaneceu o mesmo: o Grêmio girava a bola, não encontrava espaço e chutava sem perigo. O time só foi conseguir entrar na área alviverde na metade do segundo tempo. Everton tabelou com Tardelli e chutou fraco para Weverton fazer a defesa. A entrada de Tardelli, aliás, melhorou a equipe gaúcha. O atacante se movimentou, buscou o jogo e ajudou o Grêmio a pressionar o rival. No entanto, era o Palmeiras que levava mais perigo nos contragolpes.

Após chances desperdiçadas, Dudu acertou a trave aos 30 da etapa final. No minuto seguinte, porém, Felipe Melo foi expulso ao receber o segundo cartão amarelo, saiu chorando do gramado e deixou o Palmeiras com um jogador a menos. Ele havia sido advertido no primeiro tempo, por entrada forte em Jean Pyerre, e recebeu o vermelho após acertar Luciano.

O Grêmio, então, intensificou a pressão e Jean Pyerre assustou em finalização que passou perto do gol de Weverton. Nos minutos finais, os dez jogadores do Palmeiras permaneceram da intermediária defensiva para trás, e o time gaúcho não conseguiu aproveitar a vantagem numérica em campo.

Compartilhar

Ler a notÍcia completa

Deixe seu comentário