Twitter se reunirá com Manchester United para discutir ataques racistas contra Pogba

Jogador francês foi alvo de ofensas após perder um pênalti no empate com o Wolverhampton

Representantes do Twitter se reunirão com o Manchester United e o organismo antidiscriminatório britânico Kick It Out depois que o meia Paul Pogba se tornou o mais recente jogador a ser submetido a ataques racistas online, informou a empresa de mídia social nesta quarta-feira.

Pogba, da França, foi alvo de ataques depois de ter perdido um pênalti no empate por 1 a 1 na Premier League contra o Wolverhampton Wanderers.

"Sempre mantivemos um diálogo aberto e saudável com nossos parceiros neste espaço, mas sabemos que precisamos fazer mais para proteger nossos usuários. O comportamento racista não tem lugar na nossa plataforma e nós o condenamos veementemente", disse o Twitter em um comunicado.

"Nas próximas semanas, os representantes do Twitter se reunirão com o Manchester United, o Kick It Out e quaisquer outros membros da sociedade civil interessados em ouvir sobre o trabalho proativo que o Twitter está fazendo para lidar com ataques racistas online contra certos jogadores no Reino Unido".

O ataque sofrido por Pogba foi condenado por seus companheiros de equipe, incluindo Harry Maguire, que pediu às empresas de mídia social que verificassem as contas dos usuários para evitar o abuso anônimo de jogadores.

Compartilhar

Ler a notÍcia completa

Deixe seu comentário