Gareca libera Guerrero da seleção e jogador pode defender Inter na Copa do Brasil

Colorado recebe o Cruzeiro no dia 4 de setembro pelo jogo de volta das semifinais

Os pedidos da diretoria do Internacional e, especialmente, de Paolo Guerrero surtiram efeito. Nesta sexta-feira, o centroavante não foi convocado pelo técnico argentino Ricardo Gareca para os dois amistosos da seleção do Peru nos Estados Unidos, em setembro, contra Equador e Brasil, e poderá defender o clube gaúcho na partida de volta das semifinais da Copa do Brasil contra o Cruzeiro, em Porto Alegre.

Em uma entrevista coletiva na sede da Federação Peruana de Futebol (FPF, na sigla em espanhol), Gareca divulgou uma lista de 24 jogadores e explicou as razões de não chamar o centroavante do Internacional para os dois primeiros amistosos depois de terminar a Copa América no Brasil com o vice-campeonato - perdeu a final por 2 a 1 para a seleção brasileira no estádio do Maracanã, no Rio de Janeiro.

"Foi um pedido especial dele, Guerrero não está. Aceitamos, sempre escutamos os jogadores. Ele estava na lista, mas pediu para não estar", afirmou Gareca, que terá pela frente os jogos contra o Equador, no dia 5 de setembro, em Nova Jersey, e contra o Brasil, em Los Angeles, cinco dias depois. Como os amistosos são realizados em datas Fifa, o Internacional seria obrigado a liberar o centroavante caso ele fosse chamado.

Dispensado da seleção, Guerrero poderá participar da partida contra o Cruzeiro, que está marcado para o dia 4 de setembro, no estádio Beira-Rio, em Porto Alegre. E não terá que se desgastar em uma viagem longa, dos Estados Unidos ao Brasil, caso o Internacional avance à decisão da Copa do Brasil, que terá o jogo de ida no dia 11.

"Consideramos os pedidos dos jogadores e aceitamos. Nós decidimos que não está convocado, se decidiu em uma situação muito particular e especial. Não atendemos pedidos institucionais, mas sim os pedidos pessoais. Acreditamos que era o mais conveniente e aceitamos", completou Gareca, ressaltando que foi o pedido de Guerrero que foi atendido.

Na lista de convocados do Peru, o único jogador que atua no Brasil a ser chamado pelo técnico argentino foi o meia Christian Cueva, que não tem tido muitas chances no Santos com o também argentino Jorge Sampaoli. Gareca procurou manter a base do time que jogou a Copa América e manteve nomes de destaque como o goleiro Pedro Gallese, o lateral-esquerdo Miguel Trauco (ex-Flamengo), o meia Yoshimar Yotún e o atacante Raúl Ruidíaz.

Compartilhar

Ler a notÍcia completa

Deixe seu comentário