Pedido de anulação do jogo Náutico x Paysandu pela Série C será julgado na sexta

Direção do Papão fez a denúncia na expectativa de a equipe ter nova chance de subir para a Série B

O pedido de anulação do jogo de volta das quartas de final da Série C do Campeonato Brasileiro, entre Náutico e Paysandu, será julgado pelo Superior Tribunal de Justiça Desportiva (STJD) na próxima sexta-feira, às 11 horas, conforme anunciado nesta segunda pelo órgão. A partida em questão, disputada no estádio dos Aflitos, no dia 8 de setembro, garantiu o acesso do time pernambucano à Série B, e deixou o paraense de fora da segunda divisão de 2020.

A direção do Paysandu fez a denúncia na expectativa de a equipe ter uma nova chance de subir para a Série B. E o STJD acatou o pedido do clube paraense na última sexta-feira e determinou que o resultado do confronto não fosse homologado. A entidade, no entanto, optou por não paralisar a competição, tanto que o Náutico jogou a semifinal normalmente no último domingo e perdeu por 2 a 1 para o Juventude, em Caxias do Sul (RS), no confronto de ida do mata-mata.

A reclamação do Paysandu é em relação a um pênalti marcado a favor do Náutico aos 49 minutos do segundo tempo, quando a equipe de Belém vencia por 2 a 1. O árbitro da partida, Leandro Vuaden, viu a bola tocar a mão de Uchôa dentro da área e assinalou penalidade, decisão que revoltou o time paraense. Jean Carlos converteu a cobrança e a decisão da vaga nas semifinais foi para disputa de penalidades, vencida pelo Náutico.

A interpretação do departamento jurídico do Paysandu é de que a marcação de Vuaden configura erro de direito. Segundo o parágrafo 1º do Art. 259 do Código Brasileiro de Justiça Desportiva (CBJD), "a partida, prova ou equivalente poderá ser anulada se ocorrer, comprovadamente, erro de direito relevante o suficiente para alterar seu resultado".

As semifinais da Série C começaram no último fim de semana. Além da derrota do Náutico, no sábado o Confiança perdeu em casa, no Batistão, em Aracaju (SE), para o Sampaio Corrêa, por 2 a 0. Os jogos de volta vão ser disputados no próximo final de semana. No sábado, em duelo marcado para começar às 17 horas, em São Luís, o Sampaio Corrêa pode perder até por um gol de diferença para ir à final. Já o Juventude joga pelo empate em Recife (PE) no confronto marcado para começar às 18h de domingo.

Compartilhar

Ler a notÍcia completa

Deixe seu comentário