Teve de tudo: 10 fatos sobre Corinthians x São Paulo de 1999 que você não deve lembrar

Você Torceu Aqui deste domingo reprisa o primeiro jogo da semifinal do Brasileirão de 1999 no Morumbi

Talvez mesmo alguns que viveram a época não lembrem o que foi aquele São Paulo x Corinthians, pela semifinal do Brasileirão de 1999. Sem erro, é possível dizer pelo menos uma coisa sobre o clássico: teve de tudo. Para quem não lembra ou nunca viu, a chance será neste domingo, às 14h, quando a Band exibe o primeiro Majestoso aquela semi, no "Você Torceu Aqui".

E teve de tudo mesmo: muitos gols em pouco tempo, craque perdendo pênalti, craque defendendo pênalti e elencos recheados de nomes imortais do futebol mundial. Um duelo particular entrou para a história: Dida x Raí.

Veja abaixo a lista de motivos para ver – ou rever - o jogão, disputado no dia 28 de novembro, no Morumbi.

MUITOS CRAQUES
Dida, Rogério Ceni, Rincón, Jorginho, Vampeta, Edmílson, Ricardinho, Marcelinho, Edílson, Marcelinho Paraíba, Raí, Luizão, França: a lista de grandes jogadores envolvidos na partida dá a dimensão do que foi aquele Majestoso. Detalhe: quase todos com participações decisivas na partida.

DUELO DE TÉCNICOS
O clássico teve o experiente Paulo César Carpegiani em confronto tático com o então jovem Oswaldo de Oliveira, que havia assumido o Corinthians no início daquele ano, no lugar de Vanderlei Luxemburgo, foi para a Seleção.

MORUMBI DIVIDIDO
Eram tempos de estádio dividido – ainda não havia a obrigação de torcida única. Apesar do público abaixo do esperado para um jogo daquele porte (menos de 50 mil), era possível ver uma cena extinta hoje em São Paulo, com duelo de gritos e cânticos nas arquibancadas.

JUIZ
O árbitro da partida foi Edílson Pereira de Carvalho, o protagonista do escândalo da "Máfia do Apito", que revelou um esquema de compra de manipulação de resultados em 2005 e forçou o cancelamento de vários jogos no Brasileirão de 2005.

DIDA X RAÍ
Foi um duelo à parte: o frio goleiro corintiano pegou dois pênaltis do São Paulo, e justamente cobrados por Raí.

RAÍ X DIDA
Num lance controverso, o craque são-paulino acerta um pisão em Dida numa disputa após um dos pênaltis. Cena rara, que poderá ser vista neste domingo.

TIMÃO MORDIDO
A vitória deixaria o Corinthians numa boa na disputa pela vaga na final, mas além dos ingredientes tradicionais do clássico, havia mais em jogo: no ano anterior, o Timão havia perdido o Paulista justamente para o São Paulo – com direito à atuação de gala de Raí. Era a chance de devolver aquela derrota, e com Raí em campo.

PRÉ-MUNDIAL
O time do Corinthians que faturou o Brasileirão de 99 foi o mesmo que, no início do ano seguinte, ganhou o Mundial. E pelo curto espaço de tempo entre as competições, foi quase como sair de uma festa para outra. É a chance de ver um dos maiores Corinthians de todos os tempos.

EMOÇÃO EM MAIS DE 90 MINUTOS
O primeiro tempo teve quatro gols em um intervalo de menos de 20 minutos. É simplesmente de tirar o fôlego a sequência. A etapa final, apesar do gol solitário de Marcelinho, teve atuações memoráveis dos três goleiros – sim, três: Ceni, pelo São Paulo, e Dida e Maurício, que entrou nos acréscimos, pelo Corinthians.

ÓTIMO FUTEBOL
Mesmo que tivesse poucos gols, o Majestoso que a Band exibe neste domingo ainda sim seria um grande jogo. Tudo pela qualidade da partida: sem chutões, a bola foi muito bem tratada naquele fim de tarde no Morumbi.

Compartilhar

Ler a notÍcia completa

Deixe seu comentário