Eduardo Sasha consegue na Justiça rescisão de contrato com o Santos

Atacante pede também que o Peixe pague R$ 15,5 milhões por atrasos de pagamentos

Nesta sexta-feira, 31, Eduardo Sasha, ex-atacante do Santos, conseguiu na Justiça sua rescisão contratual com o Peixe, após alegar que o clube cortou 70% de seus últimos três salários além de dever para ele sete meses de Direito de Imagem. As informações são do Gustavo Sóler, da Rádio Bandeirantes.  

O despacho feito pelo juiz Carlos Ney Gurgel consta que o jogador está autorizado a ser transferido para outro clube da mesma divisão, independentemente do número de partidas das quais ele tenha participado.

“Logo, diante de todos os fatos analisados, concedo a tutela de urgência ao autor para declarar a rescisão indireta de seu contrato de trabalho com o Santos Futebol Clube, ficando autorizada a sua transferência “para outra entidade de prática desportiva, inclusive da mesma divisão, independentemente do número de partidas das quais tenha participado na competição, bem como a disputar a competição que estiver em andamento”, na forma do art. 31 da Lei 9.615/1998”

Aos 28 anos, Eduardo Sasha foi sondado pelo Atlético Mineiro. Além da rescisão, o atleta pede R$ 15,5 milhões por atrasos nos pagamentos de direitos de imagens, FGTS e salários.

Relembre o caso

De acordo com o atacante, o clube da Vila Belmiro deve para ele sete meses de direitos de imagem, além de ter reduzido em 70% os três últimos salários do atleta. Segundo Sasha, o FGTS não é recolhido desde novembro de 2019.

Compartilhar

Ler a notÍcia completa

Deixe seu comentário