Tamanho de fonte
Atualizado em quarta-feira, 20 de julho de 2011 - 06h44

Começa julgamento de Cesar Cielo na China

Em audiência no TAS, próximo a Xangai, ele e mais três nadadores brasileiros se defendem das acusações de doping
Vinicius Walked, Henrique Barbosa, Cesar Cielo e Marcelo Franklin chegam para julgamento  / Mark Ralston/ AFP Vinicius Walked, Henrique Barbosa, Cesar Cielo e Marcelo Franklin chegam para julgamento Mark Ralston/ AFP

Começou na tarde desta quarta-feira (3h em Brasília), na China, o julgamento de quatro nadadores brasileiros, flagrados no antidoping. Além de Cesar Cielo, campeão olímpico e mundial dos 50 metros, também serão julgados Nicholas Santos, Henrique Barbosa e Vinícius Waked.

A audiência ocorre em caráter de urgência, a pedido da Fina (Federação Internacional de Natação), em Shenshan, nas proximidades de Xangai.

Para poder participar do Mundial de natação e, inclusive, dos Jogos Olímpicos de Londres-2012, Cielo e seus companheiros devem convencer o TAS (Tribunal Arbitral do Esporte) de que seu exame positivo devido ao uso de um diurético não constitui doping.

Advertidos

Flagrado no exame por furosemida no Troféu Maria Lenk, Cielo, assim como seus compatriotas Nicholas Santos, Henrique Barbosa e Vinícius Waked só recebeu até o momento uma advertência por parte da CBDA (Confederação Brasileira de Desportos Aquáticos).

A decisão foi considerada branda demais pela Fina, que decidiu levar o caso ao TAS solicitando uma suspensão para os quatro e a anulação de todos os resultados depois da data dos exames, nos dias 7 e 8 de maio.

Ao contrário do caso do ciclista espanhol Alberto Contador, que será estudado pelo TAS no começo de agosto, mais de um ano depois de sua vitória na Volta da França em que seu positivo para clembuterol, neste optou-se por um processo acelerado.

Mundial

Dessa forma, Cielo receberá uma sentença antes do começo do Mundial, no domingo, sem enfrentar o risco de que uma eventual vitória seja retirada posteriormente por decisão do TAS ou de outra instância.

Os três juízes do TAS que tomarão a decisão definitiva a anunciarão no mais tardar na sexta-feira na sede da organização em Lausane, em horário europeu.

Dessa forma, os nadadores e seus advogados têm apenas algumas horas para provar aos magistrados do esporte que os traços de furosemida encontrados na urina dos atletas foram causados por uma contaminação, como eles alegam.

Argumentos

A CBDA assegurou que os quatro envolvidos haviam fornecido "explicações detalhadas", que provariam que um suplemento alimentar que consumiam há meses tinha sido contaminado na farmácia que o preparou.

Resta ver se os juízes vão considerar esta tese das "explicações detalhadas". Do contrário, Cielo, em particular, pode perder os ouros obtidos e a possibilidade de participar do Mundial, no qual é uma das principais atrações.

Além disso, segundo a carta olímpica, uma suspensão superior a seis meses o deixaria fora dos Jogos Olímpicos de Londres-2012.