Com a vaga garantida nas quartas de final do Rio 2016 com uma rodada de antecedência, a seleção brasileira de handebol feminino já começa a se concentrar de olho na fase eliminatória. Neste domingo, às 9h30, a equipe fecha a primeira fase contra a lanterna Montenegro, que ainda não pontuou, e o objetivo é conquistar mais uma vitória para tentar assegurar a liderança do grupo A.

“A gente busca uma boa classificação. O outro grupo é superdifícil. Independentemente do que vier a gente vai ter que se preparar para conseguir a vitória. Ainda não olhamos para a frente. Quando tivermos a nossa colocação a gente vai pensar no adversário seguinte”, afirmou Dani Piedade.

No momento, o Brasil tem 6 pontos e ocupa a segunda posição. A Noruega tem o mesmo número de pontos, mas lidera pelo saldo de gols. Se a fase de classificação terminasse hoje, a rival da seleção nas quartas seria a Suécia, terceira colocada na outra chave. As meninas garantem que vão entrar na rodada decisiva pensando na vitória e descartam qualquer chance de “escolher” adversário.

“A gente ainda tem mais um jogo para terminar essa fase. Vamos para vencer, independente de já estar classificado, para ganhar mais confiança para a fase eliminatória. Montenegro é uma grande seleção, prata na última Olimpíada. Mesmo ainda não tendo apresentado o handebol que todo mundo esperava, a gente sabe que vai vir para ganhar. Em nenhum momento a gente pensa em perder por já estar classificada”, analisou a capitã Dara.

Já para Duda Amorim, a partida contra Montenegro deve servir para a equipe ajustar os detalhes para a fase decisiva do torneio olímpico.

“É um jogo que a gente vai usar para treinar as nossas coisas, não vamos pensar no adversário porque a gente já está classificada. Vamos tentar melhorar o que ainda precisa ser melhorado para entrar nas quartas de final 100%”, garantiu.

CLIQUE E JOGUE
Você consegue memorizar os mascotes olímpicos em 30 segundos?

Game Olimpico

Ler a notÍcia completa