Japão anuncia adiamento dos Jogos de Tóquio

Primeiro-ministro japonês fez o pedido ao presidente do COI. Olimpíada fica para 2021

O primeiro-ministro japonês, Shinzo Abe, anunciou nesta terça-feira, 24, que os Jogos Olímpicos do Japão serão adiados em um ano por causa da pandemia do coronavírus.

A olimpíada estava marcada para começar em 24 de julho; agora o evento fica para 2021.

O líder revelou que fez o pedido diretamente ao presidente do COI, Thomas Bach, em conversa telefônica, e que o dirigente aceitou o adiamento sem restrições. Em seguida, o COI confirmou a mudança.

O COI vinha sofrendo pressão de vários comitês olímpicos nacionais pelo adiamento dos Jogos, incluindo do Brasil. No último sábado, o COB já havia pedido a mudança de data. O comitê dos EUA também cobrou que a Olimpíada fosse adiada.

"Pedimos ao presidente Bach que considerasse o adiamento de cerca de um ano para possibilitar que os atletas disputem nas melhores condições e para tornar o evento protegido e seguro para os espectadores", declarou Abe. "O presidente Bach disse que concorda 100%".completou.

Não houve reação imediata do COI, mas seus executivos devem se reunir ainda nesta terça-feira.

Inédito

É a primeira vez em 124 anos de história das Olimpíadas que a competição é adiada, embora tenha sido cancelada algumas vezes durante as duas Guerras Mundiais do século 20.

O adiamento é uma enorme dor de cabeça logística para o anfitrião Japão, que investiu mais de US$ 12 bilhões no evento.

No entanto, uma pesquisa mostrou que cerca de 70% dos japoneses concordam com o adiamento.

A governadora de Tóquio, Yuriko Koike, disse a repórteres que os Jogos adiados ​​ainda terão a marca "Tóquio 2020".

Compartilhar

Ler a notÍcia completa

Deixe seu comentário